Argentina

Rota dos vinhos na Argentina

Veja como é a rota dos vinhos na Argentina. A Argentina é uma das melhores produtoras de vinho de todo o mundo, e para os admiradores dele, tem vários roteiros que passam pelas cidades onde estão as melhores vinícolas e você pode fazer várias degustações.

Rota dos vinhos na Argentina

E depois não deixe de ver a matéria de como economizar muito na sua viagem à Argentina. É a matéria mais acessada do blog e vai ajudá-lo muito com todo o planejamento da viagem. São várias dicas imperdíveis que vão fazer você economizar MUITO (muito mesmo) e montar toda a sua viagem à Argentina.

Quais cidades percorrer na rota dos vinhos na Argentina?

Como já dissemos, a Argentina é um dos países que mais produzem vinho, com isso existem várias opções de cidades com vinícolas excelentes para visitar. Como as opções de roteiro são diversas, vamos citar algumas das melhores cidades para você ir. Confira abaixo as melhores cidades para seu roteiro do vinho pela Argentina.

Cidades de vinícolas na Argentina: Mapa

Região do Cuyo na Argentina

Para que você possa entender direitinho sobre a rota dos vinhos na Argentina, saiba que a região do Cuyo é uma região do centro-oeste argentino, a qual abriga cerca de 80% do vinho deste país. Nesta localidade estão: Mendoza, San Juan e San Luis. Além de Malbec, você encontrará outras produções por lá, como: Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon e Merlot.

Região Cuyo na Argentina

Rota dos vinhos na Argentina: Mendoza

Mendoza é a principal cidade produtora de vinhos na Argentina e deve estar no seu roteiro de carro. Lá o vinho está presente em todos os restaurantes, bares e estabelecimentos. O clima nessa região é seco e as terras são bem férteis. A cidade está no meio da Cordilheira dos Andes, o que lhe traz um ar muito especial, além de um visual lindo. Ali estão cerca de 1200 adegas responsáveis pela maior parte da produção nacional de vinhos.

Banner-Gabr

Para conhecer um pouco sobre cada uma delas, acompanhe as dicas que colocamos abaixo sobre algumas das melhores vinícolas/bodegas de Mendoza:

Bodega Séptima em Mendoza

A localização da Bodega Séptima é ótima, aos pés da Cordilheira dos Andes. Lá você poderá degustar diversos rótulos de espumantes e vinhos argentinos em um ambiente de arquitetura bonita e tradicional. O seu espaço impressiona pela grandiosidade, já que possui capacidade para reservar mais de 3 milhões de garrafas.

Bodega Séptima em Mendoza

Um diferencial oferecido pela bodega Séptima é que as visitas podem ser feitas no período vespertino/noturno, para passar o fim de tarde, observando o pôr do sol nas montanhas da Cordilheira e degustando um bom vinho. A bodega conta com o restaurante María, com almoços a partir de $750 para adultos, sendo que no valor está incluso o tour pela bodega e degustação.

Bodega Lagarde em Mendoza

Fundada em 1897, a Bodega Lagarde foi adquirida pela família Pescarmona em 1969, que possibilitou seu reconhecimento como a bodega familiar produtora de vinhos de excelente qualidade na Argentina e no mundo todo. A visita nesta bodega possui ótimos guias, conhecidos pela simpatia e profissionalismo.

Eles explicam todo o processo produtivo do vinho, desde a colheita das uvas até o engarrafamento. Dentro de sua propriedade está o restaurante Fogón, em um casarão do século XIX. Lá todos os pratos são elaborados à vista do visitante e um almoço custa de $500 a $800. Se você deseja apenas fazer uma degustação básica, o preço é de $170.

Bodega Lagarde em Mendoza

Bodega Chandon em Mendoza (região Luján de Cuyo)

A Bodega Chandon e seus espumantes possuem fama e reconhecimento internacional. Ela foi a primeira filial da Moet & Chandon fora da França. Sua visita é uma ótima opção se você gosta de vinícolas maiores, de produção em grande escala (já que são produzidas mais de 6 milhões de garrafas por ano).

A bodega é bonita e possui um jardim muito charmoso. Ela possui o bistre Chandon que oferece refeições e bebidas. O valor é alto, em média, custa $750 para adultos. Se você quer apenas conferir a propriedade, o valor da entrada é de $130.

Bodega Chandon em Mendoza (região Luján de Cuyo)

Bodega Catena Zapata em Mendoza (região Luján de Cuyo)

A Bodega Catena Zapata foi fundada em 1898 e as primeiras uvas foram plantadas em 1902, sendo reconhecida por ser pioneira na plantação da linhagem do Malbec em terrenos de altitude. Até hoje é a família Zapata que mantém a produção da vinícola, com a produção de vinho reconhecida e renomada no mundo inteiro e uma das garrafas mais procuradas da Argentina.

O passeio é bem informativo e a arquitetura do lugar é única. O prédio é construído em forma de pirâmide, com inspiração na arquitetura maia e possui uma vista panorâmica dos vinhedos. O valor de uma degustação básica é de $250 e a premium é $350. O preço da visita à bodega sem degustação é de $150.

Bodega Catena Zapata em Mendoza (região Luján de Cuyo)

Bodega Luigi Bosca em Mendoza (região Luján de Cuyo)

Esta bodega foi fundada em 1901 pela família Arizu. Ela foi a primeira vinícola da região de Luján de Cuyo a alcançar o status DOC (Denominação de Origem Controlada – vinificação especialmente aprovada em uma determinada área). O vinho Luigi Bosca é outro na lista de vinhos argentinos mais procurados, mas além de seus rótulos, a experiência de bodega e degustação valem a pena.

Bodega Luigi Bosca em Mendoza

O tour mostra uma visão moderna de vinificação, compartilha a história da família, a magia da degustação com vinhos de excelente qualidade e apresenta o circuito de arte “Via Crucis del Vino”. O valor de entrada é de $250 e gratuito caso compre acima de $350 em vinhos.

Cavas Wine Lodge em Mendoza (região Luján de Cuyo)

Cavas Wine Lodge é um hotel (e também bodega), que oferece a possibilidade de você se hospedar em meio aos vinhedos. Já imaginou que delícia acordar e fazer um passeio por uma vinícola? E, o mais legal é que ela proporciona atividades como piqueniques, aulas de ioga e refeições ao ar livre. É tudo muito agradável!

Rota dos vinhos em Luján de Cuyo: Cavas Wine Lodge

Bodega Terrazas de Los Andes em Mendoza (região Luján de Cuyo)

A Bodega Terrazas de Los Andes é uma das vinícolas mais sofisticadas da Argentina. E, a característica sofisticada não é por menos. Além dela ser belíssima, conta com um casarão principal rico em detalhes, como, por exemplo, ornamentação dos pratos de acordo com o menu do almoço.

Rota dos vinhos em Luján de Cuyo: Bodega Terrazas de Los Andes

Para quem gostar do visual que as vinícolas apresentam, a dica de ouro é descansar nas espreguiçadeiras da Bodega Terrazas de Los Andes. O cenário que você terá dali será inesquecível, tanto para ser contemplado quanto para render fotos memoráveis do passeio. Um diferencial que não podemos deixar de abordar é o fato desta vinícola ter um vinho raro e delicioso (ainda mais para os amantes de vinho). O nome dele é Cheval dos Andes e vale a pena trazer um para o Brasil de recordação.

Bodega La Rural em Mendoza (região Maipú)

A Bodega La Rural, da família Rutini, possui destaque por seu caráter histórico. A sua visita guiada irá informar sobre os métodos tradicionais para a produção dos vinhos utilizados em 1800 até a produção moderna dos dias de hoje. A bodega reserva um maquinário antigo, que facilita a compreensão das informações.

Bodega La Rural em Mendoza

Além disso, ela possui o Museo del Vino Bodega La Rural, considerado o melhor museu do vinho, pois conta toda a história dos vinhos argentinos e mais de 4.000 objetos, ferramentas e máquinas. O valor da entrada é gratuito se você comprar qualquer item da loja de vinhos.

Bodega López em Mendoza (região Maipú)

Esta bodega se destaca entre as de produção em larga escala. Foi fundada em 1898 e hoje é uma verdadeira indústria do vinho, sendo uma das 5 maiores vinícolas de Mendoza. Caso você tenha curiosidade em ver uma indústria de vinho em funcionamento, com barris e tanques de fermentação enormes, a visita à Bodega López é interessante.

Bodega López em Mendoza

Por hora, são engarrafadas 10 mil garrafas de vinho. Um ponto legal é que o passeio guiado e a degustação são gratuitos. A bodega ainda possui um pequeno museu e o restaurante El Rincón de López, onde o almoço custa de $250 a $420.

Bodega Trapiche em Mendoza (região Maipú)

A Bodega Trapiche tem a sua marca de vinhos presente em 80 países do mundo inteiro e possui diversas premiações. Ela havia sido abandonada e foi revitalizada em 2006, mantendo seus traços originais do ano de 1912. Um diferencial desta estrutura é a sala de degustação, onde pisos de vidro possibilitam a vista para o piso inferior.

Bodega Trapiche em Mendoza (região Maipú)

O tour, que custa $100 inclui passeio pela bodega, contando fatos históricos e explicando a produção do vinho. Além disso, há um setor que funciona como museu, com máquinas do século XX ainda em funcionamento. A vinícola também possui um restaurante com refeições a partir de $390.

O almoço no Espacio Trapiche, restaurante da Bodega Trapiche, é muito apreciado pelos visitantes, sendo a apresentação dos pratos excelente e o sabor, muito especial.

Bodega Domiciano em Mendoza (região Maipú)

A Bodega Domiciano é uma bodega artesanal, que realiza pequenas produções. Um dos focos dela é a exportação para a Europa. Por lá é possível fazer um tour com várias explicações sobre a arte de fazer vinhos, curtir uma deliciosa degustação, tirar muitas fotos de memória da viagem e viver um momento único e tradicional da Argentina.

Rota dos vinhos em Maipú: Bodega Domiciano

Casa El Enemigo em Mendoza (região Maipú)

Em Maipú você também poderá encontrar a graciosa Casa El Enemigo. Esta vinícola de pequeno porte tem um diferencial muito interessante, que é o fato de utilizar várias técnicas sustentáveis e produção orgânica. Outo ponto muito legal da Casa El Enemigo é que ela é toda decorada com a temática da obra Comédia Divina, de Dante Alighieri. É incrível!

Rota dos vinhos em Maipú: Casa El Enemigo

Bodega Salentein em Mendoza (região Vale de Uco)

Esta é considerada uma das 5 melhores bodegas em Mendoza. Ela encanta por sua arquitetura charmosa, que foi construída com materiais naturais, em respeito pelas terra e costumes da cultura andina. Além de diversas instalações para o processo de fermentação e armazenamento do vinho, que são acompanhados de explicações detalhadas, também está presente um Museu de Arte Moderna.

Bodega Salentein em Mendoza

A Bodega Salentein possui wine Bar, restaurante e pousada. O almoço custa cerca de $250 por pessoa (menu do dia com almoço + sobremesa + bebida) e pode chegar à $650 com as refeições acompanhadas de vinhos Salentein. O menu é composto pelos melhores pratos regionais e internacionais, que são preparados com técnicas culinárias como a do forno de barro e churrasqueira.

Bodega Zuccardi em Mendoza (região Vale de Uco)

A Bodega Zuccardi conta com um dos vinhos mais requisitados do país. O legal é que além da experiência da degustação, a arquitetura desta vinícola é surpreendente, o que faz com que você tenha momentos inesquecíveis por lá. Uma curiosidade sobre ela, é o fato de ter sido classificada algumas vezes como a melhor do mundo pela Word’s Best Vineyards.

Bodega Zuccardi em Mendoza

Bodega Andeluna Cellars em Mendoza (região Vale de Uco)

A Bodega Andeluna Cellars foi criada em 2003 pelo americano Ward Lay, apaixonado pela Argentina. A bodega se compara com as melhores do mundo, pois o tour é organizado, profissional e informativo, o atendimento é impecável e a paisagem dos vinhedos é exuberante. O grupo Andeluna está presente em mais de 30 países e é referência em qualidade de vinhos.

Bodega Andeluna Cellars em Mendoza

Dentro da propriedade existe um restaurante, cujo valor médio de uma refeição é de $600. Ela é preparada em uma cozinha aberta e a elaboração dos pratos tradicionais argentinos pode ser apreciada pelos visitantes. Experimente o menu de 6 pratos com harmonização com os vinhos Andeluna.

Bodega La Azul em Mendoza (região Vale de Uco)

A Bodega La Azul é uma vinícola de porte pequeno, comandada pelos proprietários Alejandro Fadel e Gustavo Larghi. Por lá, espere degustar vinhos como Malbec, Cabernet e Reserva. Um dos pontos que diferencia esta vinícola das demais é o fato de produzir vinhos em perfeito equilíbrio, mesclando o carvalho francês com o americano.

Rota dos vinhos no Vale do Uco: Bodega La Azul

Bodega Monteviejo em Mendoza (região Vale de Uco)

A Bodega Monteviejo está localizada bem no coração do Vale do Uco. Ela é bem estruturada. Além da vinícola em si, por lá você poderá fazer uma deliciosa refeição do restaurante da área. A vista que se tem dele é indescritível.

Rota dos vinhos no Vale do Uco: Bodega Monteviejo

Rota dos vinhos na Argentina: Salta

Salta tem uma forte herança colonial que pode ser vista em suas casas e ruas, não a toa o lugar é conhecido como o local mais espanhol da Argentina. Ela fica em uma região onde os desertos de terra vermelha se encontram com vales dos Andes, e também por isso ela é uma das principais cidades turísticas da Argentina. Salta faz parte da rota do vinho e também tem comidas muito típicas.

Vinícola em Salta

As principais vinícolas/bodegas de Salta são: Bodega Colomé (no Valle Cachalquiés), Bodega Porvenir (em Cafayate) e Bodega El Esteco (também em Cafayate).

Bodega El Esteco em Salta (região Cafayate)

A Bodega El Esteco é uma vinícola que está localizada na região de Cafayate, em Salta. Considerada uma das mais famosas da região, ela é muito espaçosa, conta com uma vista linda para os vinhedos e apresenta um somelier excelente para a sua visita guiada. O legal, ainda, é que ela abriga um hotel e um restaurante, então se você quiser se hospedar por lá, saiba que isso é super possível.

No quesito vinhos, o diferencial da Bodega El Esteco está no vinho branco. O Torrentes, por exemplo, é o mais pedido pelo público que vai até lá.

Rota dos vinhos em Salta: Bodega El Esteco

Bodega Colomé em Salta

A Bodega Colomé é uma das mais antigas e melhores bodegas da Argentina. O vinho, de mesmo nome, é bastante sutil e de qualidade, o que faz com que os visitantes fiquem encantados com o local. Além disso, a estrutura da vinícola é muito completa, estando composta por: um museu, um restaurante, degustações e um hotel. Para quem quiser ter uma experiência única em Salta, este local é perfeito!

Rota dos vinhos em Salta: Bodega Colomé

Bodega El Porvenir em Salta (região Cafayate)

Esta vinícola também está situada em Cafayate, em Salta. Bastante famosa na região, ela conta com um atendimento bem simpático por parte dos funcionários e uma ótima degustação de vinhos. Alguns dos vinhos que você poderá experimentar nesta vinícola são: Blend Malbec com Cabernet, Torrontes e Tannat.

Rota dos vinhos em Salta: Bodega El Porvenir

Bodega Etchart em Salta (região Cafayate)

A Bodega Etchart pode ser encontrada tanto em Salta, na região de Cafayate, quanto em Mendoza, na área de Luján de Cuyo, então atente-se a isso desde já. Com ótimos guias, esta vinícola oferece um passeio delicioso aos seus visitantes. Nela, você entenderá um pouco sobre o processo de fabricação dos vinhos, o estabelecimento em si, as características pelas quais os vinhos de lá são chamados de “vinhos de altura” etc.

Sobre a visita, ela é ótima e vale muito a pena, além do mais, é totalmente gratuita. Você tem a chance de degustar vinhos tintos e brancos de ótimas safras. É muito interessante e divertido.

Rota dos vinhos em Salta: Bodega Etchart

Bodega Nanni em Salta (região Cafayate)

A Bodega Nanni é aquela vinícola aconchegante que atende a todos os tipos de roteiros e públicos. Além de linda, ela conta com um atendimento excelente. Apesar de não ser muito grande, possui ótimos vinhos, sendo o Torrentés o mais pedido pelos visitantes. Uma dica é que você faça um passeio pelo pátio interno e dê uma paradinha para comer alguma coisa no restaurante que fica por lá.

Rota dos vinhos em Salta: Bodega Nanni

Bodega Domingo Hermanos em Salta (região Cafayate)

Para fechar com chave de ouro essa matéria sobre a rota dos vinhos em Salta, não deixe de analisar também a Bodega Domingo Hermanos. Com uma qualidade de vinhos indescritível, ela pertence à família Molino. Ao longo de um passeio por esta vinícola você poderá contemplar uma vista cinematográfica, e entender sobre o funcionamento do plantio e cultivo das uvas nestas terras altas e frias.

Rota dos vinhos em Salta: Bodega Domingo Hermanos

Muito mais dicas da Argentina no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis da Argentina, com muito mais dicas, para ajudá-lo a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos da Argentina. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Como economizar na viagem à Argentina

Use seu celular à vontade na Argentina

Poder usar seu celular em Buenos Aires, Bariloche, na Argentina e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro, você economiza por não precisar alugar um GPS, pois poderá usar o do celular, pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios, ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Argentina nas redes sociais.

Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Argentina. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Buenos Aires, Bariloche, Córdoba, Mendoza e qualquer outro lugar da Argentina e do mundo inteiro. E usando a Internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre a rota dos vinhos na Argentina quando estiver lá.

Pessoa usando o celular

Dicas para aproveitar melhor sua viagem à Argentina

Agora que você já viu tudo sobre a rota dos vinhos na Argentina, uma dica legal para quem vai para a Argentina conhecer outras cidades além de Buenos Aires é que como os pontos turísticos, cidades, parques naturais, desertos, outlets e todas as atrações ficam bem afastadas, alugar um carro é uma ótima opção.

Sem falar que com um carro você pode conhecer outras cidades da Argentina que são próximas, explorar suas estradas e as paisagens e lugares naturais pelo caminho que são incríveis. Se quiser, saiba tudo sobre o assunto aqui na matéria de aluguel de carro na Argentina.

Carro na Argentina

Dica dos ingressos para passeios e excursões

Comprar seus ingressos antes pela Internet é sempre a melhor opção, pois além dos preços serem menores, você evita as longas filas nas bilheterias, não precisa perder tempo da sua viagem se preocupando com isso e não corre o risco deles terem se esgotado.

Nós acabamos comprando todos os passeios e ingressos nesse site aqui de Ingressos para a Argentina, e achamos ótimo. Como ele é o maior site de ingressos e excursões do mundo, já tem todas as opções lá e você já compra tudo em um único lugar, e que sabemos que é de confiança.

Passeio de ônibus turístico por Buenos Aires

É legal que já vai abrir na página com todos os passeios e ingressos da Argentina, na ordem dos mais vendidos, que são os mais procurados. Você pode colocar a cidade que quiser.

Nós compramos o passeio turístico de ônibus por Buenos Aires, o show de tango com jantar incluso (que é ótimo), o passeio de barco pelo rio Delta do Tigre que é lindo e a excursão para visitar o estádio do Boca Juniors e do River Plate. Todos os passeios são ótimos, as vans e ônibus excelentes e a maioria busca você no próprio hotel.

Não se esqueça do seguro viagem para a Argentina

Uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando viajar para fora do Brasil é que não esqueçam de fazer um seguro viagem internacional. Ele é importantíssimo e ninguém deve viajar sem um para evitar problemas no exterior. O que muitas pessoas não sabem é que ele é super barato. Veja nossa matéria de seguro viagem internacional para Argentina com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível.

Veja outras matérias legais da Argentina:

O que fazer em Buenos Aires: Dicas do que fazer e conhecer na cidade.
Como levar dinheiro para a Argentina: Melhores formas de levar seus pesos argentinos.
Cidades turísticas da Argentina: As cidades argentinas mais famosas e visitadas.
Como achar hotéis muito baratos na Argentina: Incrível pesquisador e dicas excelentes.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *