Bariloche

Todas as dicas de viagem de Bariloche

Confira todas as dicas de viagem de Bariloche. São sugestões sobre hospedagens, passagens aéreas, seguro viagem, passeios, compras, pontos turísticos, vida noturna e tudo que você precisa saber para planejar uma viagem para este destino.

Todas as dicas de viagem de Bariloche

E depois não deixe de ver a matéria de como economizar muito na sua viagem à Argentina. É a matéria mais acessada do blog e vai ajudá-lo muito com todo o planejamento da viagem. São várias dicas imperdíveis que vão fazer você economizar MUITO (muito mesmo) e montar toda a sua viagem à Argentina.

1. Dicas de quando viajar para Bariloche

Os meses com as temperaturas mais agradáveis para visitar Bariloche são os do outono (entre março e junho) e da primavera (entre setembro e dezembro). Além disso, essas duas épocas coincidem com a baixa temporada do turismo por lá, então os pacotes de viagem geralmente são mais baratos, os pontos turísticos ficam bem mais vazios e é mais fácil achar um hotel com ótimo custo x benefício.

Dicas de Bariloche na Argentina

Eventos e feriados que acontecem nessas épocas:

24/03: Dia Nacional da Memória pela Verdade e pela Justiça
02/04: Veteranos e Dia da Queda na Guerra das Malvinas
07/04: Sexta-feira Santa
01/05: Dia do Trabalhador
25/05: Dia da Revolução de Maio
17/06: Passo à imortalidade do General Martín Miguel de Güemes
20/06: Passo à imortalidade do general Manuel Belgrano; Dia da Bandeira
09/10: Dia do respeito à diversidade cultural
20/11: Dia Nacional da Soberania
08/12/2023: Dia da Imaculada Conceição de Maria

Quando é alta temporada em Bariloche?

O verão é a alta temporada em Bariloche, principalmente por ser o período de férias dos brasileiros. No quesito chuvas, elas não são tão frequentes nesta época. Se estiver se perguntando sobre a estação do ano, saiba que de meados de dezembro até meados de março é verão (perfeito para passeios ao ar livre).

Verão em Bariloche

O inverno também é a época de alta temporada em Bariloche, principalmente por este ser um destino bastante procurado para esquiar. No quesito chuvas, elas são um tanto quanto frequentes nesta época. Os preços neste período são elevados, então se prepare para desembolsar uma graninha com hospedagens, refeições e outros itens da viagem.

Eventos e feriados que acontecem nessas épocas:

25/12: Natal
01/01: Ano Novo
20 e 21/02: Carnaval
09/07: Dia da Independência da Argentina
21/08: Passo à imortalidade do general José de San Martín

2. Dicas para a hospedagem em Bariloche

Outra dica para uma viagem a Bariloche é saber como escolher a sua hospedagem. E para isso há dois itens essenciais: local de hospedagem e tipo de hospedagem.

  • Como escolher onde ficar em Bariloche:

Na nossa opinião, o Centro de Bariloche é um dos melhores lugares para se hospedar na cidade. Ali você estará perto da maior parte do comércio, ou seja, não vão faltar lojas, restaurantes, agências de turismo e atrações para visitar.

Além do mais, as opções de hospedagem nessa região são, em geral, mais simples e antigas, por isso a estadia também acaba saindo mais barata. Porém, por conta disso, o local atrai muitos turistas e estudantes, então a área acaba sendo mais agitada e barulhenta.

Centro de Bariloche

Se quiser ver melhor onde é essa região e quais os hotéis que ficam por lá, clique aqui que abrirá um mapa que montamos mostrando todos os hotéis dentro dessa região que é excelente. Já colocamos como filtro para só mostrar hotéis com nota 8 para cima, o que vai garantir uma excelente hospedagem. Ai é só colocar a data da viagem para ver os preços e escolher o seu. Ficando dentro dessa linha laranja que mostra no mapa, não tem erro.

Onde Ficar em Bariloche: Melhores hotéis

  • Escolher o tipo de hospedagem em Bariloche

A segunda dica é escolher que tipo de hospedagem você quer para a sua estadia em Bariloche: hostel, hotel, hotel de luxo ou até casas próprias, como Airbnb. A gente sempre recomenda ficar em hotel, porque assim você não tem que ter muito trabalho durante as férias e consegue aproveitar bem a viagem.

Por isso, recomendamos utilizar o Pesquisador de hotéis em Bariloche e na Argentina. Nós sempre usamos ele, pois é o maior site de reservas de hotéis do mundo (além de também ter pousadas, hostels e hotéis para todos os gostos e bolsos).

Hotel de Bariloche

Dica do cancelamento grátis: uma outra dica muito boa é que esse buscador tem uma parceria fortíssima com os estabelecimentos e eles oferecem cancelamento grátis para quase todos os hotéis. Isso é ótimo, pois o fator que mais vai fazer você economizar na hospedagem é a antecedência. Essa é a dica mais importante.

Quanto antes você fizer a reserva, pode ter certeza que mais barato irá pagar. Então você pode já reservar o seu hotel, para garantir o menor preço, e se depois achar um melhor ou não quiser ficar nele, é só cancelar.

Quarto de hotel em Bariloche

3. Dicas para fazer um seguro de viagem para a Argentina

O seguro viagem não é obrigatório para a Argentina, no entanto, é muito recomendado viajar com ele. Isto porque, se você precisar de alguma assistência médica, por exemplo, estará com todo o tipo de suporte necessário.

Seguro viagem para a Argentina

Nós sempre usamos esse Comparador de Seguro Viagem que é incrível e pesquisa todos os seguros viagens em todas as principais empresas do mundo. E, você ainda pode parcelar no cartão em até 12 vezes. Em menos de um minuto você tem o orçamento de todos os seguros viagens na sua frente e já pode contratar o seu na hora. Não dá para deixar de fazer um, mas dá para economizar bem e conseguir um bom preço.

  • Nós recomendamos a Travel Ace, Assist Card, Affinity, Travel Assist, GTA, Green Card e SulAmerica, que são as empresas que já contratamos o seguro, são líderes mundiais e têm escritórios no mundo todo e atendimento aqui no Brasil.

Serviço de seguro viagem internacional para a Argentina

4. Dicas para se locomover em Bariloche

  • De carro:

Uma dica que vai fazer você economizar muito na Argentina é o aluguel do carro. A maioria dos brasileiros que viaja para lá aluga um carro para poder visitar os pontos turísticos da cidade, ir até os shoppings tendo um porta malas, e conhecer as cidades vizinhas (como Puerto Varas e San Martín de Los Andes).

Reserve seu carro com antecedência

Faça a sua reserva online o quanto antes, pois outra dica para economizar e conseguir um carro barato é reservar com a maior antecedência possível e pela Internet. Quanto antes você reservar, mais barato vai pagar. Vale muito a pena e você economiza bem com promoções, pagando muito mais barato em comparação a alugar lá na hora.

Serviço de aluguel de carro para Bariloche

Não alugue um GPS em Bariloche

Outra dica legal para economizar ainda mais é não alugar o GPS e, em vez disso, usar o GPS do seu celular (você pode ver as nossas dicas de uso de celular na Argentina que vamos dar aqui nessa matéria ainda. Vale a pena, pois você economizará bons pesos/dólares do aluguel do GPS e ganhará um chip para usar o celular à vontade).

Use os incríveis comparadores de preços

Existem dois comparadores de preços de aluguel de carros na Argentina que são sensacionais e fazem uma pesquisa em todas as maiores locadoras de carros de lá, encontrando os melhores preços e promoções excelentes. Por serem os maiores comparadores do mundo, eles têm parcerias e preços imbatíveis com as locadoras.

Mulher dirigindo

Já chegamos a economizar muito em um aluguel de carro em Bariloche que íamos fazer com uma agência e achamos o mesmo carro da mesma empresa muito mais barato no comparador. Utilize os dois e veja qual vale mais a pena para economizar ainda mais.

Comparador de preços 1: Maior comparador do Brasil e você pode parcelar em até 12 vezes sem juros e não paga o IOF de 6%, pois o pagamento é feito em reais.

Comparador de preços 2: Maior comparador do mundo, tem mais empresas em sua busca, mas o pagamento não pode ser parcelado, pois é feito em dólar. Mas como ele acha preços mais baixos que o outro muitas vezes, vale a pena conferir também.

Dicas para alugar um carro na Argentina

Mais dicas: Prefira as locadoras maiores e de confiança, como a Alamo, Europcar, Hertz, Dollar, Budget e Avis. Faça o seguro básico na hora da reserva, que é super importante e geralmente já está incluso no preço, mas não caia na pegadinha das empresas, que na hora da retirada do carro, ficam tentando empurrar um seguro extra, que não vale a pena. Com todas essas dicas e os comparadores, você consegue economizar MUITO no aluguel.

  • De transporte público:

Se a sua ideia é se locomover em transporte público em Bariloche, saiba que ele é ótimo. Na cidade, há linhas que fazem paradas nos principais lugares, imperdíveis para os turistas, e apesar do serviço ser simples, é bem estruturado e muito útil.

Para utilizar os ônibus, é necessário comprar um cartão de transporte antecipadamente, chamado “tarjeta SUBE”, que é vendido em algumas lojas no centro de Bariloche. Já para visitar alguns pontos turísticos específicos, você não precisará pegar o transporte público. Para ir ao Cerro Otto, por exemplo, há um ônibus gratuito oferecido pela empresa administradora do local. O ingresso pode ser adquirido na rua Mitre ou na rua Quaglia.

  • Transfer desde e para o aeroporto:

Uma dica que achamos importante dar, para quem não for alugar um carro, nem gastar muito com táxis, é que o melhor jeito de ir do aeroporto até o hotel, e vice e versa, é de transfer. O transfer acaba saindo mais barato do que o táxi, é muito mais seguro e você não precisa esperar em filas e correr o risco de perder tempo procurando um.

E infelizmente em toda cidade turística, sempre tem relatos de turistas sofrendo golpe dos taxistas, que cobram muito a mais ou fazem percursos muito maiores. O que é super desagradável, claro.

Serviço de transfer em Bariloche

Esse site aqui é o que sempre encontramos os transfers mais baratos e um dos únicos que você pode fazer a compra já em reais. Você não paga as taxas internacionais e IOF que pagaria lá na Argentina ou em outro site. Depois dá uma olhada lá que é bem legal. Nós gostamos bastante. E o legal é que também é o lugar que vende os passeios e os ingressos pelo menor preço. Você já pode comprar tudo em um único lugar, pois facilita muito.

5. Dicas para conhecer bem Bariloche

A melhor forma de conhecer Bariloche, independente de se tem 3 ou 7 dias para a cidade, é separar um dia por bairro/zona e ir conhecendo seus pontos turísticos. Bariloche é uma cidade repleta de atrativos, e, para não perder muito tempo em locomoção e de um lado para o outro, separar os pontos turísticos por regiões é a melhor forma de conhecê-la.

Bariloche: Todas as dicas

Outra dica, é pensar quantos dias quer ficar na cidade e conferir as matérias sobre roteiros diários que preparamos para que tenha uma viagem toda planificada e com boas dicas. Veja alguns:

O que fazer em Bariloche:

1) Esquiar em Bariloche

Bariloche possui uma das melhores pistas de esqui da Argentina. O Cerro Catedral é a pista de esqui mais antiga e famosa do país, recebendo cerca de 250 mil visitantes a cada temporada de inverno. Seu ponto mais alto tem 2050 metros de altitude, e o mais baixo tem 1030 metros.

São 120 quilômetros de pistas que podem receber até 35 mil esquiadores por hora. Há 9 pistas para iniciantes, 25 para intermediários, 15 para pessoas mais experientes e 10 que são as mais difíceis de todas, só para profissionais.

Esquiar em Bariloche: Cerro Catedral

No total também existem 19 lugares para comer por lá e mais diversas opções de hospedagem e lojas, ou seja, há uma estrutura enorme para atender a todos esses visitantes. Há parques e clubinhos para crianças, escola de esqui, e, para se ter uma ideia, estão disponíveis cerca de 7 mil equipamentos para esqui, 2 mil para snowboard e ainda existem 45 canhões para fazer neve artificial.

Cerro Catedral em Bariloche

2) Conhecer Piedras Blancas em Bariloche

Piedras Blancas é uma estação de neve em Bariloche onde você não pratica esqui ou snowboard como nas outras, mas sim o esquibunda, ou a chamada descida com trineo. Esse é um esporte super gostoso, muito divertido e bom para todas as idades, por isso é um ponto turístico bem recomendado para famílias e crianças.

Piedras Blancas em Bariloche

Há pistas com diferentes níveis de dificuldade e você não precisa se prender tanto a regras e técnicas que o esqui exige. Lá você também pode subir no teleférico e curtir a vista da parte de cima de Piedras Blancas.

3) Visitar o Cerro Campanário em Bariloche

Cerro Campanário é uma montanha com 1049 metros de altura que está às margens do lago Nahuel Huapi. Você pega um teleférico de cadeirinha para subir e a vista é estonteante, considerada por muitos a mais bonita da região. Dá até mesmo para enxergar a divisa da Argentina com o Chile.

Cerro Campanário em Bariloche

O percurso com o teleférico dura sete minutos, e vale a pena reservar um tempo para tirar fotos e curtir a paisagem, porque o lugar é realmente muito bonito. Lá no topo tem uma cafeteria, onde você pode tomar café, chocolate quente e comer waffles.

4) Conhecer o Cerro Otto em Bariloche

Cerro Otto é um passeio imperdível e bem típico entre aqueles que visitam Bariloche. Ele é um morro onde há um teleférico fechado que leva quatro pessoas por vez. Lá no topo é possível ver neve, praticar esquibunda, fazer caminhadas e conferir a Confeitaria Giratória. Você também pode comprar lembrancinhas em duas lojas, ver uma galeria de arte e uma casa noturna.

Cerro Otto em Bariloche

Nesse belo local dá para tirar muitas fotos, apreciar a paisagem e se divertir muito. Lembrando que as atividades de neve rolam o ano todo, não se restringindo aos meses de inverno, e que a confeitaria é a única giratória da América do Sul.

5) Apreciar o Cerro Viejo em Bariloche

Cerro Viejo não está entre os cerros que mais fazem sucesso em Bariloche, mas ele continua sendo um lugar legal para conhecer na cidade. O Viejo tem um diferencial em relação aos outros: a subida é feita pelo tradicional teleférico, mas a descida pode ser feita em um tobogã. Para quem curte uma aventura e quer inovar, é uma experiência muito divertida, principalmente para as crianças.

Cerro Viejo em Bariloche

6) Explorar o Centro Cívico em Bariloche

O charmoso Centro Cívico de Bariloche (que até lembra as cidadezinhas nos alpes europeus) é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade, e por isso é um passeio imperdível para o seu roteiro. Esse é um ponto de encontro onde turistas e moradores passeiam pelas lojas, cafés e restaurantes, admiram o por e o nascer do sol e tiram fotos.

Centro Cívico em Bariloche

Ali há o monumento a Julio Roca, o Museu de la Patagônia, a Catedral de Bariloche, o Monumento Histórico Nacional, a Prefeitura e uma pequena praça. O melhor é que você pode conhecer todos esses lugares a pé.

7) Visitar a Catedral de Bariloche

Quando você for passear pelo centro de San Carlos de Bariloche, uma boa dica é visitar a Catedral de Bariloche, que homenageia Nossa Senhora Nahuel Huapi. Essa igreja católica é a mais importante da cidade.

Catedral de Bariloche

A catedral, inaugurada em 1946, foi construída em estilo neogótico, com muitas pedras e um pé direito bem alto, chamando bastante atenção por toda sua imponência e arquitetura. As fotos por lá ficam lindas, principalmente com os vitrais coloridos.

8) Passear na Rua Mitre em Bariloche

Rua Mitre é a mais importante de Bariloche. A via fica no Centro Cívico da cidade e nela estão a maioria dos restaurantes, lojas, bancos, casas de câmbio, agências turísticas e outros comércios. O local é bem movimentado e vale a pena dar uma passeada por lá ao menos uma vez na viagem, seja de dia ou de noite.

Rua Mitre em Bariloche

9) Visitar o Museu de La Patagônia em Bariloche

O Museu de La Patagônia, localizado no Centro Cívico da cidade, é uma boa dica de o que fazer em Bariloche. Ele existe desde 1940 e o prédio onde se encontra é considerado um Monumento Histórico Nacional. Por meio de um acervo rico que conta com diversos objetos, painéis e gravuras, a exposição mostra a história da região da Patagônia, que é onde está a cidade.

Museu de La Patagônia em Bariloche

Além disso, o museu retrata a história do naturalista Francisco P. Moreno, que doou o terreno para o museu. O espaço é dividido em 11 salas, como as de Ciências Naturais, Pré-história, Etnografia, História Regional e exposições temporárias, por exemplo. O museu abre de terça a sábado e a entrada é gratuita.

10) Fazer o Circuito Chico em Bariloche

Circuito Chico é um passeio bem tradicional em Bariloche e que vale muito a pena fazer. Ele é de fato um circuito, onde você sai do centro da cidade de San Carlos de Bariloche e percorre 60 quilômetros, chegando no famoso Hotel Llao Llao, que foi construído em 1948.

Circuito Chico em Bariloche

Nesse percurso você irá passar por lugares como a Avenida Bustillo, o lago Nahuel Huapi, o Cerro Campanário e a Capela San Eduardo. Na verdade, o passeio varia de acordo com o roteiro e o tempo do trajeto que você escolher. O Circuito Chico pode ser feito de carro alugado ou de van.

11) Visitar o Museu do chocolate em Bariloche

O Museu do Chocolate em Bariloche é um dos principais pontos turísticos da cidade. Ele é da Havanna, aquela marca que produz deliciosos alfajores, doce de leite e chocolates. Bariloche é a capital do chocolate na Argentina, por isso, além das várias lojas para você comprar o produto, na cidade também existe o museu dedicado ao doce na Avenida Exequiel Bustillo.

Museu do chocolate em Bariloche

O local possui visitas guiadas a cada 20 minutos que mostram aos visitantes a história do chocolate, passando pela descoberta do cacau, a produção dele e deliciosas esculturas feitas com chocolate maciço. Além disso, na visita à fábrica é possível ver como são feitos os famosos chocolates da Havanna e degustar alguns deles.

12) Curtir o Parque Nacional Nahuel Huapi em Bariloche

Para quem gosta de praticar atividades ao ar livre e ver lindas paisagens, o Parque Nacional Nahuel Huapi não pode faltar na lista do que fazer em Bariloche. Lá você pode fazer diversas trilhas, praticar esportes aquáticos, andar de caiaque e fazer um passeio de barco pelo lago. Para isso, há tanto a opção de alugar um carro e ir até lá, ou então agendar o passeio com uma agência ou no seu próprio hotel.

Parque Nacional Nahuel Huapi em Bariloche

13) Conhecer o Ice Bar em Bariloche

Uma atração a parte na cidade é o Ice Bar. Mesmo que você não seja muito de beber, esse incrível lugar não pode faltar na sua viagem em Bariloche. Esse bar, todo feito de gelo, tem temperaturas que ficam entre -5 e -8 graus Celsius. Localizado dentro do Hotel Panamericano, o Ice Bar cobra 1200 pesos de entrada e dá a você um drink de cortesia.

Ice Bar em Bariloche

14) Ir aos restaurantes em Bariloche

O que não falta em Bariloche são restaurantes excelentes para você comer. Principalmente no jantar, comer em Bariloche é uma atração a parte. Os restaurantes servem a legítima carne argentina e também há muitas opções de fondue, principalmente no inverno.

Restaurante Boliche Alberto em Bariloche

A cozinha da Patagônia conta com influências argentinas e europeias, fazendo com que os pratos sejam deliciosos. Para quem quer comer uma boa carne argentina, recomendamos o Boliche Alberto. Já o Família Weiss, tem um ambiente rústico e serve a típica comida da Patagônia. Leia também o texto melhores restaurantes em Bariloche.

15) Curtir a vida noturna nos bares em Bariloche

Para quem gosta de mais agito, os bares em Bariloche são uma boa opção. Eles são vários e dos mais diferentes tipos, para agradar os turistas que estão na cidade em busca de algo legal para fazer à noite. O mais diferente deles é o Ice Bar, pois, como o nome já diz, é todo feito de gelo. Tem também a Cervecería Blest, que foi o primeiro pub a produzir suas próprias cervejas na cidade.

Cervecería Blest em Bariloche

16) Conhecer as baladas em Bariloche

As baladas em Bariloche são muito boas e vale a pena visitar uma delas. Assim como os bares, elas são bem diferentes umas das outras e agradam vários estilos. A balada Cerebro, por exemplo, tem uma decoração que mistura vanguarda e conceitos atuais modernos.

Balada Cerebro em Bariloche

Ela tem quatro bares, dois lounges VIP, iluminação de última geração, sistemas de laser, telas de TV enormes e um som excelente. Lá existem dois ambientes: a The Main Room, que toca música rock e pop, e a Disco House, com música eletrônica.

17) Fazer o passeio La Cueva em Bariloche

La Cueva é o nome de um passeio noturno bem legal em Bariloche. Nele os visitantes são levados para o Cerro Catedral, a principal pista de esqui da cidade e de todo o país, durante a noite.

Lá você poderá pilotar quadriciclos na neve e também irá desfrutar de um jantar servido em um restaurante dentro de uma caverna, que é bem aconchegante e diferente. O passeio é caro, mas dá a oportunidade única de você ver Bariloche e suas paisagens lá de cima da montanha durante a noite.

Passeio La Cueva em Bariloche

18) Jogar no Casino de Bariloche

Para quem gosta de jogar madrugada a dentro, uma noite no cassino da cidade, que fica na Rua España, é uma opção e tanto. Mas lá eles oferecem muito mais do que os jogos em si. Em diversas noites são organizados ótimos jantares, espetáculos e show ao vivo de tango. Por isso, esse pode ser um passeio para toda a família.

Casino de Bariloche

19) Curtir o passeio Noite Nórdica em Bariloche

Ele é parecido com o La Cueva, mas é mais em conta. Nele os turistas também pilotam seus próprios quadriciclos, mas nos arredores e bosques do Cerro Otto. Já o jantar ocorre no Refúgio Arelauquen. O passeio também é super peculiar, foge do comum e é garantido que todos vão se divertir.

Passeio Noite Nórdica em Bariloche

20) Aproveitar as praias de Bariloche

As praias de Bariloche são um ótimo programa caso você não saiba o que fazer no verão por lá. Mas não se engane, porque a cidade não tem mar. Essas dezenas de praias ficam nas margens dos vários lagos da região e nelas há diversas atividades divertidas para fazer.

  • Praia Bonita em Bariloche

Uma das praias mais famosas de Bariloche é a Playa Bonita. Localizada no quilômetro 8 da Avenida Bustillo, ela fica nas margens do Lago Nahuel Huapi, o maior da região e que cerca a parte norte da cidade. A água do lago é transparente e muito calma, porém ela também é gelada e há várias partes fundas.

Praia Bonita em Bariloche

Além disso, a praia é de pedrinhas, então é preciso tomar algum cuidado para não se machucar. A Playa Bonita é a que tem a melhor estrutura para atender os banhistas, contando com salva-vidas, banheiros, aluguel de equipamentos de mergulho e caiaque e diversos bares e restaurantes próximos.

  • Praia Bahía Serena em Bariloche

Também no Lago Nahuel Huapi, mas no km 12 da avenida, a Playa Bahía Serena tem águas rasas por vários metros lago a dentro. Cercada por áreas verdes, ela é considerada uma das praias mais bonitas de San Carlos de Bariloche. Uma das atividades mais legais é assistir ao pôr do sol sentado na areia fina.

Praia Bahía Serena em Bariloche

Essa pequena praia é bem tranquila, tem uma atmosfera familiar e é relativamente pequena. Ela também tem uma boa estrutura, então lá dá para alugar equipamentos de esportes aquáticos e comer em barraquinhas. Aproveite para ler também o texto roteiro das praias na Argentina.

  • Praia Villa Tacul em Bariloche

Menos frequentada, por conta da água gelada e da maior distância do centro (ela está próxima do Hotel Llao Llao), a Villa Tacul está no meio de um parque ambiental, por isso ela é cercada por bosques e é um ótimo lugar para entrar em contato com a natureza. As águas da Villa Tacul são rasas, transparentes e super tranquilas, mas sua orla também é composta por pedras.

Praia Villa Tacul em Bariloche

  • Praia Centenário em Bariloche

Playa Centenário é outra das maiores e mais movimentadas praias de San Carlos de Bariloche. Localizada na entrada na cidade, também nas margens do Lago Nahuel Huapi, ela é diferente das outras praias da região porque nela existem ondas, o que torna a prática de windsurf e kitesurf possível no local. Até por conta disso, ali há a presença de salva-vidas.

Praia Centenário em Bariloche

  • Praias no Lago Gutiérrez em Bariloche

As praias do Lago Gutiérrez, por estarem mais distantes da cidade, são cercadas de natureza e mais isoladas. Mesmo assim elas são muito boas, pois a água ali é calma e mais quente do que no Lago Nahuel Huapi. Além de tudo, elas são ótimas para a prática de esportes aquáticos, contam com salva-vidas e você pode acampar nos seus arredores. Por conta disso, elas sempre atraem muitos banhistas.

Praias no Lago Gutiérrez em Bariloche

A praia mais famosa no Gutiérrez é a Villa Los Coihues. Lá, além das atrações tradicionais de uma praia, você também vai encontrar um ótimo museu paleontológico, que conta com fósseis, ovos de dinossauro, entre outras coisas que ajudam a contar a história da região da Patagônia.

  • Praias do Lago Moreno em Bariloche

As praias do Lago Moreno são ainda melhores das que a do Lago Gutiérrez e a sua água é provavelmente a que tem as temperaturas mais agradáveis de todos os lagos da região. A Playa Bahía Moreno Oeste, por exemplo, é uma praia com um lindo pôr do sol e perfeita para praticar esportes náuticos, como andar de stand-up, caiaque, veleiro, lancha, bote e fazer natação. Por outro lado, a Playa del Viento é a mais procurada para praticar kitesurf.

Praias do Lago Moreno em Bariloche

6. Dica dos ingressos para passeios e excursões

Comprar seus ingressos antes pela Internet é sempre a melhor opção, pois além dos preços serem menores, você evita as longas filas nas bilheterias, não precisa perder tempo da sua viagem se preocupando com isso e não corre o risco deles terem se esgotado.

Nós acabamos comprando todos os passeios e ingressos nesse site aqui de ingressos para Bariloche, e achamos ótimo. Como ele é o maior site de ingressos e excursões do mundo, já tem todas as opções lá e você já compra tudo em um único lugar, e que sabemos que é de confiança.

Pessoa esquiando

É legal que já vai abrir na página com todos os passeios e ingressos de Bariloche, na ordem dos mais vendidos, que são os mais procurados. Você pode mudar para qualquer outra cidade também.

Nós compramos a excursão no Lago para Ilha Victoria e Parque Los Arrayanes, circuito Chico com Cerro Catedral e a viagem 7 Lagos e San Martín de Los Andes. Todos os passeios são ótimos, as vans e ônibus excelentes e a maioria busca você no próprio hotel.

7. Dicas sobre compras e descontos em Bariloche

Outra dica que vale a pena mencionar quando se viaja à Argentina é sobre as compras. Existem alguns produtos e mercadorias que são totalmente imperdíveis para adquirir em uma viagem neste destino. São eles: alfajores, chocolates, vinhos, itens de couro, livros, lembrancinhas e souvenirs.

1) Shopping Patagonia em Bariloche 

Shopping Patagonia é o maior centro de compras da cidade e fica a 1,5 km do centro cívico. Apesar de ser o maior, trata-se de um local bem simples. Ele não possui muitas lojas e elas não são de marcas conhecidas pelos brasileiros, mas o shopping conta com um comércio bem diverso. Nele encontram-se lojas de roupa masculina, feminina e infantil, sapatos, eletrônicos, doces, lembrancinhas, artesanatos, brinquedos e livros.

Além disso, o Patagonia conta com um cassino, que é um dos seus principais destaques. Se tiver procurando o que fazer à noite em Bariloche, o Casino de Onelli funciona até às 4 da manhã e possui mais de 250 máquinas caça-níquel e sete mesas de jogo. Já o boliche tem 6 pistas ótimas para se divertir em família.
Endereço: Onelli 447, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina.

Compras no Shopping Patagonia em Bariloche 

2) Rua Mitre em Bariloche

As compras em Bariloche estão muito concentradas na Rua Mitre, que se tornou, inclusive, um dos pontos turísticos de Bariloche. Essa via está localizada bem no centro, e lá você vai encontrar várias lojas e também pequenos shoppings e galerias, como a Galeria del Sol, que falaremos mais a seguir.

Os preços das compras na Rua Mitre são bons, mas recomendamos que você entre em mais de uma loja para fazer uma pesquisa, se possível. Como os produtos mais populares, que é o caso das roupas e chocolates, são vendidos em praticamente todas as lojas, fica bem fácil comparar os preços e assim conseguir economizar e pechinchar. Portanto, fazer compras em Bariloche significa passear pela Rua Mitre no centro.

Compras na Rua Mitre em Bariloche

3) Galeria del Sol em Bariloche

Galeria del Sol é uma galeria fechada que está localizada na Rua Mitre, que citamos acima. Ela é muito bonita e tem até um jardim interno, então até vale a pena tirar várias fotos do local. Lá dentro você encontra várias lojinhas de roupas, chocolates, souvernirs e até acessórios para eletrônicos, como capinhas e carregadores.

Muitas das suas lojas têm outlets no fundo ou no segundo andar, ou seja, as peças mais em conta, apesar de ficarem escondidas, estão lá e são uma boa pedida pra economizar. Procure sempre observar bem o local, porque você consegue achar essas araras ou prateleiras em desconto.
Endereço: Mitre 340, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina.

Compras na Galeria del Sol em Bariloche

4) Loja Chocolates Del Turista em Bariloche

Essa loja, como o próprio nome já indica, é excelente para os turistas que querem comprar chocolates. Ela é enorme e oferece uma variedade de produtos muito grande, então fica difícil sair de lá sem comprar nada.

Ela fica na Rua Mitre e possui chocolates, alfajores, doces e outras delícias, além de uma área dedicada a sorvetes e uma lanchonete com bolos, tortas e sanduíches. Vale a pena gastar algumas horas da sua viagem nessa loja.
Endereço: Mitre 239, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina.

Compras na loja Chocolates Del Turista em Bariloche

5) Loja Mamuschka em Bariloche

Outra boa dica de loja de chocolates em Bariloche, também na Rua Mitre, é a Mamuschka. Sua fachada chama atenção e lá dentro você encontra chocolates dos mais diferentes tipos.

Nela também existem torrones, marzipãs e as famosas embalagens vermelhas, desenhadas com a matrioshka, que é uma boneca russa. No fundo da loja você encontra uma lanchonete que serve cheesecakes, bolos, macarons, petit fours, cafés e chás.
Endereço: Mitre 298, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina.

Compras na loja Mamuschka em Bariloche

6) Loja Rapa Nui em Bariloche

Fundada pelo filho do dono da primeira loja de chocolates em Bariloche, a Rapa Nui é uma das mais famosas da cidade. Localizada no mesmo quarteirão da Mamuschka, o local é mais do que uma loja de chocolate, já que ali também são vendidos sorvetes artesanais, foundue, chá, salgados (inclusive dá para almoçar ou jantar ali antes de provar uma de suas deliciosas sobremesas) e várias outras coisas.
Endereço: Mitre, R8400 San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina.

Rapa Nui em Bariloche

  • O que posso trazer de Bariloche para o Brasil? Há limite para a quantidade?

Outra questão importante de ressaltar quando prepara uma viagem a Bariloche é saber a quantidade de produtos que poderá levar para o Brasil, sejam itens eletrônicos, lembrancinhas ou outro tipo de produtos. Para isso, temos uma matéria completa que fala sobre a quota de dinheiro que você pode levar em produtos sem ser necessário declarar imposto na aduana. Leia aqui a matéria sobre limite e quantidade de produtos.

8. Dicas para saber o que levar na mala para Bariloche

Outra dica importante é estar a par da época em que você vai, pois o clima pode influenciar o que levar na mala e peso limite. A regra vale para todas as companhias aéreas e voos internacionais: o peso limite das malas despachadas para uma viagem de ida ou volta da Argentina é de até 23 kg. Para classes executivas e primeira classe, é comum haver benefícios em relação ao peso das malas, a depender da companhia – na maioria dos casos, o peso limite é estendido até 32 kg.

Dicas das malas para uma viagem a Bariloche

E a bagagem de mão pode ter até 10 kg, embora nem sempre ela seja pesada no aeroporto. O ideal é, nessa mala de mão, levar roupas grandes como casacos, que ajudam a liberar espaço na bagagem grande que foi despachada.

9. Dicas sobre como levar dinheiro para Bariloche

  • Dicas para comprar pesos argentinos e usá-los na viagem:

Você pode ir em uma casa de câmbio comprar seus pesos argentinos em espécie, comprar um cartão pré pago ou até mesmo utilizar seu cartão de crédito no exterior. Essas sempre foram as formas tradicionais, mas recentemente, surgiu uma nova forma de levar dinheiro ao exterior que é disparada a melhor opção de todas e faz você economizar MUITO.

  • Essa nova opção, que surgiu nos últimos anos, é abrir uma conta digital global em dólar, e utilizar o cartão dessa conta para fazer todos seus pagamentos e saques no exterior, em qualquer moeda. Na hora de comprar os pesos argentinos e fazer pagamentos, acaba saindo MUITO mais barato.

Na hora de comprar dólares, acaba saindo MUITO mais barato. Você compra dólar na cotação comercial, a mais barata de todas. Os bancos e casas de câmbio utilizam a cotação turismo, que é bem mais cara. E além disso, ao invés de pagar 6,7% de IOF na hora de usar o cartão no exterior, você paga somente 1,1% e paga muito menos taxa! É uma economia gigantesca. Fora a facilidade.

Como enviar dólares para os EUA do Brasil: banco

Como abrir essa conta global, do Brasil?

Hoje em dia existe um banco digital global brasileiro, que já está super conceituado no mercado, e que permite que você crie uma conta nos EUA em menos de 5 minutos. Com isso você consegue colocar dólares nela e utilizar seu dinheiro em qualquer país do mundo. E o único documento exigido é seu RG ou CNH. Vamos explicar abaixo todas as vantagens, que realmente estão sendo muitas.

Como abrir conta nos EUA do Brasil

Se já quiser baixar, você clica aqui, baixa o app deles no seu celular e cria sua conta rapidamente. E como muita gente está abrindo a conta com eles por causa de nossos blogs e por ser realmente uma opção bem mais vantajosa, conseguimos um cupom para nossos leitores! Quem abrir a conta com o código de convidado GRUPODICAS20 ganhará até 20 dólares ao fazer a sua 1ª remessa de câmbio em até 15 dias desde a abertura da conta.

Tendo a conta aberta, você consegue enviar dinheiro da sua conta do Brasil (em reais) para essa (em dólar) facilmente pelo app, e ver quanto está o câmbio atual. Você terá sua conta em dólar e pode utilizar para fazer em compras em estabelecimentos do mundo todo, não importa qual seja a moeda e o país. Você vai pagar lá no estabelecimento na moeda que eles te cobrarem e na sua conta o valor já virá descontado automaticamente em dólar.

OUTRAS VANTAGENS:

Você pode ir acumulando seus dólares aos poucos conforme a cotação estiver boa e ainda deixar eles investidos (eles permitem que você invista seus dólares em alguns fundos de investimento) para irem rendendo até sua viagem.

Você consegue usar em qualquer lugar do mundo o cartão, então todas as futuras viagens você já utiliza a mesma conta. O atendimento e suporte é todo em português. E não tem taxa nenhuma para manter ou abrir a conta.

Com essa conta você pode também fazer saques nos caixas eletrônicos do exterior para ter um pouco do seu dinheiro em espécie na viagem. E os dois primeiros saques são isentos de qualquer taxa. Você automaticamente terá um cartão virtual de débito no seu celular, que já pode usar para fazer compras, mas pode solicitar também o cartão físico.

E agora eles possuem uma sala VIP bem legal no aeroporto de Guarulhos. Um ótimo benefício e você vai poder utilizar ela em todas as suas viagens. Não se esqueça de utilizar o cupom GRUPODICAS20 na abertura da sua conta para ganhar até 20 dólares.

Sla VIP Guarulhos - Conta Global Digital Nomad

Outras alternativas para comprar pesos argentinos

Para quem não quiser abrir a conta por algum motivo ou quiser já levar um pouco de pesos ou dólar em dinheiro, a gente sempre compra nessa casa de câmbio aqui. É uma das maiores empresas de câmbio do país, tanto pela segurança como pelo preço. E, você consegue fazer tudo pela Internet e eles entregam na sua casa através de um portador. Mas a conta global ainda é disparada a melhor opção.

10. Dicas para estar comunicado e com Internet durante a viagem a Bariloche

Outra forma de economizar na Argentina é na hora de usar o seu celular. Usar o seu roaming internacional no exterior com o chip do Brasil geralmente é a pior opção e acaba sendo muito mais caro. Para usar o Wi-fi, a maioria dos hotéis cobra uma taxa diária que é muito cara e você só pode usar o celular dentro do hotel.

O que a maioria das pessoas faz e que vale muito a pena é comprar um chip pré pago internacional de uma empresa internacional. Acaba sendo MUITO mais barato e você consegue usar a Internet tranquilamente, durante toda a sua viagem e com um excelente sinal.

Pessoa usando o celular

Se você for alugar um carro então, o chip vai sair de graça, pois com seu celular funcionando você não precisará alugar o GPS com a locadora de carros, porque poderá usar o do celular. O valor que economizará do GPS já paga o chip. E você vai usar MUITO o seu celular para pesquisar tudo em sua viagem.

Depois desses anos todos testando vários chips diferentes e viajando por todo o mundo, o que nós mais gostamos e sempre usamos agora é esse chip de viagem. Ele tem um bom preço e um serviço excelente. O sinal foi excelente em todas as cidades que visitamos, você compra super rápido no site deles e recebe em casa aqui no Brasil em poucos dias.

Chip de celular em viagem por Bariloche

O legal é que por ser uma empresa brasileira, o atendimento é todo em português. Se você for viajar por uns 5 dias, o plano de 2GB dá tranquilo. Mas se for ficar mais, é legal comprar o de 5GB para garantir. O bom é que se acabar o plano (com nós nunca acabou e sempre deu tranquilo), você pode recarregar pelo aplicativo deles que é bem prático.

11. Dicas para encontrar passagens aéreas mais em conta para Bariloche

A primeira dica para quem vai viajar para Bariloche é em relação às passagens aéreas. Sem dúvida é um dos pontos mais dispendiosos de uma viagem ao exterior e por isso é ideal procurar com bastante antecedência para conseguir encontrar os melhores preços e boas promoções.

No entanto, muitas vezes é difícil acompanhar todas as promoções e passagens de todas as companhias aéreas para conseguir comprar a mais barata. Por isso, é importante seguir algumas dicas para achar passagens aéreas baratas para a Argentina.

Avião no aeroporto de Bariloche

A nossa primeira grande dica é utilizar um bom comparador de passagens aéreas, que faz uma busca em todas as companhias aéreas para a Argentina. É ótimo, porque poupa você de ter que entrar em cada companhia e fazer várias buscas diferentes.

Com um comparador de passagem aérea, você coloca a data da sua viagem e ele já mostra todas as opções disponíveis. Nós sempre usamos esse comparador de passagens aéreas, pois de todos é o que sempre tem os melhores preços e é um dos mais seguros e conhecidos do Brasil. Clique nele e siga outras dicas que vamos dar a seguir para conseguir economizar muito na compra das passagens aéreas para Bariloche.

Avião decolando

  • Dicas da escala para economizar na passagem aérea:

Outra dica é sempre pesquisar as opções de voos que aparecem, porque uma viagem direta para o destino pode sair muito mais cara do que uma viagem com escalas. Só veja bem qual é o tempo da escala e onde ela é feita, para não perder muito tempo de viagem e chegar super cansado em Bariloche, pois dessa forma pode não compensar.

A dica é fazer bem as contas, pois às vezes se a diferença é pequena, vale mais a pena o voo direto para você aproveitar melhor a viagem e chegar mais rápido.

Aeroporto de Bariloche na Argentina

  • Dicas da antecedência para economizar na passagem aérea:

Pesquise também qual é o período de alta temporada do seu destino, pois fica tudo muito mais caro, principalmente as passagens aéreas. Em Bariloche há vários meses que são mais intensos a nível de turismos.

  • Dicas do dia do voo:

Outra dica legal para achar passagens aéreas mais baratas é pesquisar a data do voo sempre caindo numa segunda, terça ou quarta-feira. Os voos às quintas, sextas e principalmente os que caem aos sábados e domingos costumam ser mais caros. Além disso, o horário do voo também influencia no custo da passagem.

Turista aguardando em aeroporto

Geralmente as passagens aéreas noturnas são as mais caras, pois são as mais procuradas, justamente pelo conforto do “tempo passar mais rápido” já que vai dormindo. Já os voos de tarde, geralmente são mais baratos.

Muito mais dicas da Argentina no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis da Argentina, com muito mais dicas, para ajudá-lo a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos da Argentina. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Como economizar na viagem à Argentina

Veja outras matérias legais de Bariloche:

O que fazer em Bariloche: Dicas do que fazer e conhecer na cidade.
Pontos turísticos em Bariloche: Principais lugares turísticos para visitar.
Onde esquiar em Bariloche: Dicas das melhores estações e pistas para esquiar.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.